Cozimento no microondas

Cozimento no microondas O microondas é um método de cocção muito prático e conveniente, mas requer alguma habilidade. Ele funciona com ondas eletromagnéticas que fazem com que as moléculas de água da comida vibrem. Essa vibração produz calor, que cozinha a comida. Apesar de muitos cozinheiros novatos serem, ao menos, familiarizados com o microondas, existem algumas questões de segurança e saúde que devem ser levadas em consideração:

Nunca use utensílios de metal no microondas. As ondas eletromagnéticas não conseguem penetrar no metal e podem produzir faíscas elétricas, que danificam o aparelho. O mesmo acontece com papel alumínio.

Qualquer alimento que tenha pele - como batatas e salsichas - devem ser perfurados com um garfo antes de irem para o microondas. Senão, a pressão do vapor será acumulada dentro do alimento, fazendo com que ele exploda dentro do seu aparelho.

A comida sempre deve ser coberta com aquela tampa de plástico durante o cozimento - isso previne que ela se espalhe no interior do microondas e faz com que ela aqueça por inteiro.

Às vezes pode ocorrer de alguns pontos da comida ficarem frios, o que faz com que ela não cozinhe completamente. Para evitar isso, você deverá mexer a comida de vez em quando durante o processo - pausando o microondas para mexer molhos, virar carnes ou rearrumar vegetais.

Ao contrário do que diz a crença popular, comida preparada no microondas não causa perda de nutrientes.[2]No entanto, muitas pessoas ainda escolhem não utilizá-lo para cozinhar, mas somente para reaquecer, descongelar ou fazer pipoca.

Se você estiver com pressa, a maioria das receitas podem ser adaptadas para o microondas, em vez de usar os métodos tradicionais de cozimento. continuar lendo
Comentários 0

Entenda o que é grelhar

Entenda o que é grelhar Grelhar é um método de cocção seco, que trata de aquecer o alimento com chamas e brasas. Existem dois métodos para grelhar; um deles requer que a fonte de calor esteja acima da comida e o outro, abaixo.

Na grelha, a comida é cozida pelo ar quente produzido pelo fogo direto. No entanto, o ar é um baixo condutor de calor, o que quer dizer que o prato deve ser posicionado próximo à fonte de calor. O alimento assa rapidamente por fora, fazendo desta uma ótima opção para cortes macios de carne, frango e peixe.

Por este ser um método quente e seco, muitos alimentos devem ser marinados antes, para assegurar que eles fiquem suculentos e saborosos. Marinar é ensopar a comida em um líquido temperado (quase sempre cítrico) antes de cozinhar. Isso é feito para amaciar carne e conferir sabor a várias comidas.

A comida normalmente é colocada em um tipo de grade ou grelha, o que permite que a gordura pingue na brasa e produza marcas listradas no alimento, uma marca registrada desse tipo de cozimento.

Você precisará virar o alimento enquanto ele grelha, para assegurar que cozinhe por inteiro. Tirando isso, você não deve mexer nele durante o processo.
Fazer churrasco é quase a mesma coisa, exceto pelo fato de que as chamas são produzidas por madeira ou carvão, o que dá um sabor defumado à comida. continuar lendo
Comentários 0

Entenda o que é fritar

Entenda o que é fritar
Fritar é similar a saltear, a comida é cozida em uma panela quente com óleo. Assim como ao saltear, é muito importante que tanto a panela quanto o óleo sejam aquecidos à temperatura certa antes de começar. No entanto, existem várias diferenças entre fritar e saltear, assim como existem diferenças entre tipos de frituras, sendo importante notar todas elas.

Fritar é bem parecido com saltear. Trata-se de cozinhar o alimento em uma panela com óleo, mas é tipicamente usado para pedaços maiores de carne - como peito de frango, filés, costelas de porco e filés de peixe - que não tenham sido cortados em cubos. Esse método é feito com menos calor do que o usado para saltear, para assegurar que os pedaços maiores não queimem por fora antes de estarem completamente cozidos por dentro.

Fritura superficial é outro jeito de fritar, exceto pela quantidade de óleo. Na fritura superficial, o óleo alcança até a metade da altura do alimento sendo preparado. Esse método é utilizado para fazer frango frito, camarão empanado e beringela à Parmegiana.

Fritura de imersão consiste em mergulhar o alimento completamente em óleo quente. Nesse tipo de fritura a comida não precisa ser virada durante o processo, já que o óleo cobre todos os lados do alimento. É usada para fazer empanados, batatas-fritas e rosquinhas.

Stir Fry é um símbolo da culinária chinesa, mais ou menos parecido com saltear - a comida é picada em pedaços pequenos e frita em pouco óleo em uma panela quente. A única diferença é o tipo de panela utilizada; stir fry é feito em um wok[1] - uma panela em semi-círculo de metal fino. continuar lendo
Comentários 0

Entenda o que é Saltear

Entenda o que é Saltear Saltear é um método de cozimento rápido que envolve fazer a comida em uma panela, em fogo alto, com uma pequena quantidade de gordura. Isso proporciona muito sabor à comida e é perfeito para o preparo de cortes macios de carne e vegetais em pedaços.

É muito importante que uma panela de boa qualidade seja utilizada para saltear. Uma boa panela aquecerá a comida por igual por ser sensível às mudanças de temperatura. Uma panela de aço inoxidável, com uma camada de alumínio e centro de ferro é o ideal.

Em termos de gordura, óleo ou manteiga podem ser utilizados. Azeite ou óleo de canola são muito usados também. Manteiga dá bastante sabor à comida, mas queima mais rápido que o óleo.

Para saltear, a regra de ouro é que tanto a panela quanto a gordura sejam aquecidos a temperatura alta antes de adicionar a comida. Senão, a comida não cozinha adequadamente - ela vai absorver uma parte da gordura e grudar na panela. Para saber se a panela está quente o suficiente, uma boa dica é jogar umas gotinhas de água - se elas chiarem bastante e evaporarem em segundos, a panela está quente o suficiente. Nunca faça isso em óleo quente; essa dica só deverá ser utilizada na panela ainda sem gordura.

Assim que a comida estiver na panela, é importante mexer sempre. O termo "sauté" significa "pular" em francês, então mantenha a comida em movimento durante o cozimento. Isso assegura que a comida cozinhe por igual e que a panela permaneça quente. Você precisará de espaço dentro da panela para a comida ser mexida apropriadamente, evite colocar comida demais.

Sobre os alimentos que podem ser salteados, quase qualquer um pode; com exceção de cortes grossos de carne, frangos ou peças inteiras e raízes rígidas como mandioca e beterraba, porque esses alimentos queimarão por fora muito antes de cozinharem por dentro.
Qualquer corte pequeno e macio de carne ficará bom salteado, assim como a maioria dos vegetais. Certifique-se de picar bem os alimentos, em tamanhos similares, para que cozinhem uniformemente.

Alguns vegetais cozinham mais rápido que outros, mesmo picados igualmente. Resolva isso cortando os vegetais mais duros em pedaços ainda menores ou adicionando os vegetais mais macios à panela posteriormente. continuar lendo
Comentários 0

Entenda o que é fervura

Entenda o que é fervura O termo fervura é usado quando se esquenta a água até que ela borbulhe e vire vapor. A temperatura em que isso ocorre depende da pressão atmosférica, mas geralmente é em torno de 100 ºC. Ferver a comida é imergi-la em água fervente até que cozinhe.
Ferver é um método um tanto quanto intenso, já que as bolhas de vapor que se movem dentro da água podem danificar alimentos mais delicados. Por isso, esse método é indicado apenas para alguns tipos de alimento como cozinhar massa seca e ovos.

Antigamente, cozinhar vegetais em água era bastante comum, mas atualmente as pessoas evitam essa prática porque muitas das vitaminas são solúveis em água, o que diminui seu valor nutricional. Se você ferver os vegetais tente utilizar um pouco da água utilizada no preparo dos outros alimentos para aproveitar as propriedades.

Pochê é a forma mais delicada de cozinhar alimentos na água e é apropriado pra preparar itens como peixe e ovos; isso acontece entre 60 ºC e 90 ºC.

Cozinhar em fogo brando é provavelmente o jeito mais comum de cozinhar em líquidos, sendo utilizado para cozidos e molhos. Ocorre entre 87 ºC e 94 ºC.

Ponto de fervura é o termo usado logo antes da água ferver totalmente, a 100ºC. É um pouco mais intenso do que o fogo brando e ocorre a 95 ºC. continuar lendo
Comentários 0

O que é appetite appeal?

O que é appetite appeal? Já reparou em quantas fotos de comida aparecem diariamente em nossos feeds? Facebook, Pinterest e principalmente Instagram, estão sempre repletos de pratos postados por perfis pessoais ou de marcas.

Mas quais dessas fotos realmente te despertam o desejo de comer? Se formos analisar, existe um padrão entre as fotos que nos despertam o desejo de comer, composto por algumas características que formam o que chamamos de appetite appeal.

Appetite Appeal: O desejo pela comida

O conceito de appetite appeal é basicamente o conjunto de técnicas utilizadas por foodstylists e fotógrafos para que a comida em cena desperte o desejo de comer nos receptores, ou espectadores da foto.

Entre essas técnicas, estão o jogo de luzes adequado para cada tipo de prato, a otimização das texturas, o aumento do brilho de cada alimento e diversos outros “truques” para deixar a comida mais apetitosa.

A dica chave para um bom appetite appeal é ressaltar o aspecto natural da comida, já que pratos artificais não atraem tanto o nosso interesse. Assim, a lógica é ressaltar as características da comida para chamar a atenção do público pelo olhar.

O appetite appeal não diz respeito só ao alimento, mas também à composição de cena e os elementos secundários, que contribuem para criar a atmosfera adequada, transmitindo a mensagem que se deseja passar com a fotografia, ou a campanha.

Dá próxima vez que você se deparar com uma foto de comida em seu feed, repare nos elementos que mais chamam a sua atenção. Compare também fotos profissionais com fotos “amadoras” e entenda porque vale a pena caprichar no appetite appeal.

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário e acompanhe nossos canais para despertar o seu appetite appeal! continuar lendo
Comentários 0

Stella Mariano agora é sommelier da Bueno Wines

Stella Mariano agora é sommelier da Bueno Wines Salute! A sommelier Stella Mariano está de casa nova. Faz quase um mês já, mas a profissional, que já passou pela adega do Super Muffato e pela Século Adega, agora é contratada pela Bueno Wines, a empresa de vinhos do Galvão Bueno.

E tem uma missão muuuuito difícil: fazer com que as pessoas conheçam e se apaixonem pelos vinhos produzidos nas vinícolas da empresa, sejam no Brasil ou na Itália. “Produzimos vinhos maravilhosos, seja no Brasil como na Itália, e dar voz a eles é uma hora e alegria sem fim!”, exclama.

Stella promove degustações, realiza palestras e disponibiliza os produtos nos estabelecimentos. Vida longa! As fotos são de Natália Guimarães, numa recente degustação que ela realizou. Com Galvão Bueno, o registro é do arquivo pessoal. continuar lendo
Comentários 0

Família economiza quinhentos reais todo mês no mercado

Família economiza quinhentos reais todo mês no mercado Todos sabemos que ir com fome ao supermercado nos faz comprar ou consumir muito mais que o necessário, isso acontece com muito mais frequência que imaginamos.

O aplicativo Kozinhar lançado em 2018, e tem ajudado muitas famílias a economizar dinheiro todos os meses na compra do supermercado. Mas como? Simples! Utilizando o "Combinar" uma ferramenta do aplicativo, as pessoas podem combinar os ingredientes em promoção para encontrar receitas contendo todos os ingredientes buscados ao mesmo tempo, evitando desperdício.

Além disso mesmo em casa antes de irem as comprar o combinar evita o desperdício e surpreender mostrando receitas que aproveitam tudo que já existe em casa para cozinhar.

Com tudo isso estamos combatendo a fome, uma vez que os alimentos que desperdiçamos gera um consumo maior, este consumo em exagero faz com que o preço dos grãos, base de toda nossa alimentação suba no brasil e no mundo, refletindo no poder de comprar de famílias muito pobres nos demais países.

Baixe agora o Kozinhar na Googleplay ou applestore e faça parte também parte desta corrente. continuar lendo
Comentários 1
Rodolfo Brandão

Além da economia, e vejo que KOZINHAR garante a segurança alimentar. Comer bem, na quantidade e na qualidade certa.


9 inspirações gastronômicas no instagram

9 inspirações gastronômicas no instagram Você já reparou em quantas fotos e vídeos de comidas e receitas aparecem no seu feed de notícias? No facebook ou no instagram, os pratos e seus preparos têm marcado presença.

Nosso feed vive tão cheio de informações, pessoas, produtos e notícias, que as vezes deixamos passar muita coisa despercebida.

Instagram
Em termos de gastronomia, o instagram tem se tornado a rede preferida dos amantes da cozinha e de boas experiências.
Seja para comer, para aprender, conhecer lugares novos ou só para admirar uma bela apresentação, este público tem feito as marcas apostarem mais na rede de imagens e vídeos como principal mídia.

Gastronomia x Marketing
Com isso, mais profissionais da área têm surgido para dar conta do mercado: Food stylists, que cuidam de todo o visual da fotografia gastronômica para dar água na boca (Ah, o nome dessa técnica/ conceito é apetit appeal); Fotógrafos de comida; Estrategistas de marcas gastronômicas; Entre tantas outras áreas que vêm ganhando espaço dentro da gastronomia e da publicidade.
Mas não pense que só os profissionais têm espaço nesse meio. Os perfis pessoais têm produzido conteúdo tão interessante ao público quanto os destes profissionais. São muitas inspirações.

E no veganismo?

No veganismo não é diferente! Muitos perfis vegans são fonte de inspiração não só de gastronomia, mas também em estilo de vida, saúde e mais.

Confira uma lista com 9 inspirações que você encontra no instagram e vão fazer seu dia mais colorido, alegre e motivado:

1. @theveggievoice

Alana Rox é vegana e uma grande inspiração pra quem busca um estilo de vida saudável e prático. A autora e apresentadora compartilha fotos e vídeos com receitas de preparos do dia a dia de um modo fácil de entender e reproduzir!

O mais interessante é que a Alana dá dicas de lugares e marcas veganas em vários cantos do Brasil, incluindo não só restaurantes e opções para comer, mas também cosméticos, sapatos, etc.

Se você procura inspiração pra começar na dieta vegana, esse é um perfil que vai contribuir bastante no momento de transição.

2. @luisamoraleida

Outra grande motivação pra quem está entrando no mundo vegano é o perfil a Luísa. Ela faz questão de mostrar nos posts e stories o quanto pode ser fácil, barato e simples viver o veganismo.

No perfil dela você vai encontrar não só receitas plant based, como também, dicas do que comer na praia, na rua ou em qualquer lugar que você esteja.
Algo do que os seguidores da jornalista nunca vão esquecer é de se hidratar! Ela faz questão de lembrar da importância de beber água com seu bom humor que já é uma marca registrada.

3. @neiderigo

A Neide não é vegana, mas é uma cozinheira de mão cheia com um carinho pela comida que toca qualquer um. O que chama a atenção em seu perfil é o cuidado que ela tem com tudo que faz e a forma simples como leva a vida e enxerga as pequenas coisas.

Aliás, a simplicidade com que fala e compartilha receitas e técnicas nos ajuda não só a olharmos os pratos convencionais de uma nova perspectiva como nos apresenta a ingredientes que nem sonhávamos existir.

A nutricionista tem um banco de informações e receitas maravilhosas no blog Come-se (www.come-se.blogspot.com) e compartilha seu cotidiano na cozinha com fotos que enchem os olhos. É uma ótima pedida pra quem quer mergulhar no mundo da fermentação natural, kombuchas, e PANCS (Plantas Alimentícias Não Convencionais).

4. @belagil

Ainda na pegada plant based, outra não vegana que inspira é a Bela Gil. Pode parecer clichê falar da Bela, mas a apresentadora tem tanto conteúdo interessante pra compartilhar que a gente não se cansa de aprender, testar e descobrir coisas novas com ela.

No perfil da Bela você encontra receitinhas e dicas maravilhosas com ingredientes que você pode nem conhecer, mas já passa a amar. É tudo muito versátil e as substituições pelas quais a cozinheira ficou conhecida por fazer vão te surpreender de verdade.

5. @presuntovegetariano

Este é um dos primeiros canais de conteúdo vegano do Brasil. A Paula sempre fez questão de ensinar seus seguidores de uma forma que só ela consegue: Com muita paciência, detalhes e motivação. Isso porque desde a forma como ela fala, até o modo com que escreve as receitas é transmitido com muito carinho e informação (Pra não ter erro mesmo!)
Hoje não só o canal no youtube é referência, como o instagram já ganhou muito espaço entre os seguidores. A Paula já fez parcerias com o Tastemade Brasil e outros canais, o que gerou mais visibilidade e amor pelo Presunto Vegetariano.

É uma boa pedida para preparos com ingredientes mais acessíveis e baratos!


6. @veggui

Assim como o presunto vegetariano, o canal e perfil do Guilherme Lima (de Londrina) compartilha receitas e dicas de pratos acessíveis e práticos.

As releituras de pratos tradicionais são o forte do perfil e a descontração com que o Gui explica e fala das receitas vão te encantar logo de primeira.
Ah! As fotos são de dar água na boca!

7. @pratodepapel
O Prato de Papel é um projeto da chef Rita Taraborelli, que é vegetariana, ilustradora, cozinheira e autora dos livros: Comidinhas Vegetarianas; Amaranto, Quinoua e Chia e Paz amor e Granola.
A Rita mostra que dá pra ser muitas coisas nessa vida e inspira com seus pratos vegetarianos, coloridos, cheios de vida e de saúde.

É uma ótima sugestão pra quem procura diversificar alimentos do dia a dia com preparos que fogem do básico. No blog da chef você encontra receitas mais detalhadas e ainda enche os olhos com as ilustrações que ela faz.

9. @laurafruitfairy


Partindo para fora do Brasil, o perfil da Alemã Laura ficou conhecido pelas apresentações coloridas, divertidas e inspiradoras a base de frutas.

As receitas são simples: De panquecas à frutas, com destaque para os bows - tudo servido de maneiras que você nunca imaginou-. O diferencial mesmo é a forma como Laura consegue alegrar seus seguidores só de olhar para seus pratos.

9. @hotforfood

As inspirações nacionais são muitas, mas uma página que você não pode deixar de seguir é a do blog Hot For Food. É que as receitas desenvolvidas e compartilhadas pela Lauren Toyota têm uma pegada de releitura com criatividade e usando ingredientes que você também encontra no Brasil.
O canal ficou famoso por reproduzir as famosa chicken wings usando a couve flor, mas os outros pratos não ficam pra trás: lasanhas, tacos, massas com os mais variados molhos, sanduíches e muita comida pra compartilhar com os amigos.

Agora que você já sabe como, comece a se inspirar pelo universo gastronômico e conheça mais gente que compartilha desse amor por cozinhar.

Tem alguma outra fonte de inspiração que está na rede? Conta pra gente nos comentários!
continuar lendo
Comentários 0

Contaminação o inimigo do sucesso

Contaminação  o inimigo do sucesso Hoje quando queremos produzir algo em nossa cozinha temos que ter um devido cuidado, seguir várias regras de prevenção. Uma contaminação pode colocar tudo a perder, a validade do produto ou até levar a óbito do consumidor final.
Contaminação deriva do latim contaminatío e diz respeito a acção e ao efeito de contaminar, transmissão de germes nocivos ou de doença infecciosa, infecção por contato.
É uma preocupação constante em todos os países do mundo. Muitos micro-organismos presentes em alguns alimentos provocam o aparecimento de intoxicações alimentares, não apresentam alterações em seu cheiro, sabor ou aspecto. São vírus, bactérias, protozoários, vermes , fungos e toxinas microbianas.
A contaminação dos alimentos ocorre através da forma inapropriada de preparação, armazenamento ou manipulação dos alimentos e no próprio ambiente onde são produzidos.
Os produtos no local que foram cultivados, de sua forma de armazenar, nas buscas em seleções em comércio, até ser integrados em sua cozinha para a formulação da receita é possível a existência de focos, o cuidado o tempo todo é com a saúde de seu cliente final. Cozinheiro é um profissional da saúde alimentar, existe uma responsabilidade nisso todo.

Tem vários tipos de contaminação e cada uma é especifica:
- Microbiológica - invisível a olho nu. Exemplo - a Salmonella
- Física - visível a olho nu. Exemplos: pedaços de esponja, cabelos, fosforo, etc
- Química - provocada por produtos químicos -Exemplos: pesticidas, excesso de desinfetante, etc

Em uma certa maneira de manuseio. para ajudar temos roupas adequadas, utensílios certos para evitar, a mais conhecida é a contaminação cruzada.
A contaminação cruzada é uma transferência de micróbios patogênicos de um alimento contaminado, normalmente cru para outro alimento, direta ou indiretamente...
O simples ato de tocar em um alimento e não fazer higienização de suas mãos, ou utensílios pode ocorrer a contaminação cruzada.
Podemos dizer que alimentos de qualidade são aqueles que existe todo um diferencial em cuidados do começo ao fim, construindo uma receita boa para qualquer paladar com toda estrutura de prevenções.

A melhor forma de prevenir é seguir regras básicas durante a manipulação, preparo e armazenamento:
- Prender sempre os cabelos e usar tocas
- Não usar bijuterias ( anel, aliança, brincos, etc...)
- Manter as unhas aparadas e sem esmaltes
- Usar sempre avental limpo sobre a roupa
- Não enxugar suor em toalhas usadas na cozinha
- Não experimentar a comida com as mãos ou dedos
- Não provar alimentos com talheres que irão ser devolvidos na panela
- Não falar sobre os alimentos, espirrar, tossir, fumar
- Nunca manipular com ferimentos expostos
- Lave bem as mãos antes de manipular, e a cada troca de tarefa.
- Lave bem o local antes de preparar as etapas da receita
- Verifique validade dos produtos e sua conservação
- Cuidado com a bucha que é utilizada para a higienização, utilize para uma função especifica e cuidado com sua validade
- Lave bem as frutas,legumes, e verduras em água corrente e deixe-as de molho com hipoclorito de sódio
- Não congele alimentos que já foram congelados
- Descongele alimentos sempre dentro da geladeira, deve estar em recipientes com tampas e bem lavados
- Evite usar ovos crus em receitas
- Certifique a procedência do material e produtos para iniciar sua receita

Para desinfetar os alimentos fazemos um preparado é feito de 1 litro de água , 1 colher de sopa de água sanitária, e em seguida fazemos uns procedimentos
- Desfolhar as verduras, e retirar partes estragadas
- Lavar as folhas , frutas e legumes um a um , em água potavel
- Desinfetar , imergindo durante 15 minutos no minimo
- Escorrer os residuos
- Cortar, picar, descascar, cozinhar de acordo com o planejado

Lembre -se que vinagre não desinfeta as hortaliças



continuar lendo
Comentários 1
Jamille R. P. Morais Lopes

Perfeito!!! Obrigada pelas dicas.


OK formulario enviado com sucesso!
OK receita favoritada!